23.9.15

Debates em Destaque



Os debates prometem ser um dos pontos altos desta primeira edição do Encontro Mineiro de Cultura Popular. Realizados no miniauditório do NIPE no Campus Mucuri da UFVJM, contarão com as presenças de pesquisadores, gestores culturais, representantes do poder público e das comunidades e grupos de cultura popular.

O credenciamento será iniciado às 08h30. Ao longo do dia serão realizadas duas mesas. A primeira, prevista para as 09h, tem como tema “Identidades no Vale do Mucuri”. Ela é norteada por duas perguntas fundamentais: O que é ser quilombola ou indígena no Vale do Mucuri? O que é ser do Vale do Mucuri?  

A segunda temática, com o debate previsto para as 15h, será “Rumos e Resistências”. Esta mesa buscará respostas para outras duas perguntas: Quais são as políticas, propostas para o fomento, promoção e salvaguarda das culturas populares por parte do poder público? Quais as estratégias de sobrevivência e as resistências das comunidades e de suas tradições?

Abaixo, um resumo de cada temática com o breve currículo dos debatedores:

9h – Debate: Culturas Populares e Tradicionais: Identidades no Vale do Mucuri

- Debatedores:
. Márcio Achtschin - Professor da UFVJM e pesquisador da história, sociedade e processo de ocupação do Vale do Mucuri;
. Deolinda Santos - Professora e Conselheira Estadual de Política Cultural, na cadeira de Patrimônio Material e Imaterial, e pesquisadora das culturas populares;
. Joca Quilombola - Liderança da comunidade quilombola de Santa Cruz de Ouro Verde de Minas;
. Isael Maxakali - Professor e cineasta, representante da Aldeia Verde do Povo Maxakali.

- Coordenação:

. Bruno Bento – Conselheiro Estadual de Política Cultural e Diretor da Associação Mucury Cultural.

15h – Debate: Culturas Populares e Tradicionais: Rumos e Resistências

- Debatedores:
. Guilardo Veloso - Chefe da Representação do Ministério da Cultura em Minas Gerais.
. Alba Dutra – Gestora do Ponto de Cultura Folias da Cultura e pesquisadora das culturas populares;
. João Batista Miguel - Superintendente de Interiorização e Ação Cultural da Secretaria de Estado de Cultura;
. Mauro Quilombola - Liderança da comunidade quilombola de Santa Cruz de Ouro Verde de Minas;
. Suely Maxakali - Presidente da Associação Maxakali de Aldeia Verde;

- Coordenação:
. Talles Lopes - Produtor e gestor cultural, representante do Fórum Permanente de Cultura de Minas Gerais.


Nenhum comentário :

Postar um comentário